O cheesecake vegan

Bom dia!

Andava há algum tempo a pensar que doce haveria de fazer para a Páscoa. Não me conseguia decidir por nenhum, até que o senhor meu namorado sugeriu umas das suas sobremesas preferidas: o cheesecake. Portanto até aí foi fácil, mais complicado foi transformar o cheesecake numa receita saudável, que fosse 100% vegetal e sem açúcar adicionado. A verdade é que resultou bem e, por isso, cá está a receita.

Essencialmente, a base tem amêndoa, aveia e tâmaras; o recheio é de caju, limão, leite de coco e xarope de ácer; e a cobertura é de frutos vermelhos. É surpreendentemente semelhante ao cheesecake tradicional, a base é muito saborosa e ligeiramente crocante, o recheio é super cremoso e com um traço de limão, que liga muito bem com a cobertura.

Não precisam de agradecer 😉

Ingredientes

Crosta

  • ¾ de copo de aveia (podem usar aveia sem glúten)
  • ¾ de coco de amêndoas (usei com pele)
  • ¾ copo de tâmaras
  • 1 colher de chá de óleo de coco sólido/ 3 colheres derretido
  • 1 colher de café de sal marinho fino

Recheio

  • 200g de cajus ao natural
  • 1 lata de leite de coco (deixada no frigorífico)
  • 1 c. sopa de tapioca granulada ou amido de milho (maizena)
  • Sumo de 1 limão
  • Raspa de ½ limão
  • ¼ de copo de xarope de ácer
  • 1 colher de café de sal marinho fino

Cobertura

  • ¾ copo de frutos vermelhos congelados (ou ½ copo frescos)
  • 2 colheres de sopa de xarope de ácer

Instruções

  1. Colocar os cajus de molho em água fria durante 4 horas (ou durante a noite) ou em água quente durante 1 hora. Escorrer e reservar.
  2. Colocar água quente sobre as tâmaras durante 10 minutos para as amolecer.
  3. Forrar o fundo de uma forma com papel vegetal e untar com creme vegetal ou óleo de coco. Caso não utilizem forma de fundo amovível, forrem também as laterais da forma.
  4. Ligar o forno a 180ºC.

Para a base

  1. Num processador (ou liquidificador potente) colocar as tâmaras e triturar. Quando estiverem desfeitas retirar e reservar.
  2. Colocar as amêndoas, a aveia e o sal no processador. Triturar até obter uma espécie de areia fina. Continuar a triturar e ir acrescentando as tâmaras e o óleo de coco. No final deverão ter uma espécie de bola de massa húmida e moldável.
  3. Colocar esta massa no fundo da forma e espalhar. Colocar uma folhar de papel vegetal por cima e, com a ajuda de copo, alisar a superfície da massa, levando-a também para as laterais. Retirar essa folha de papel vegetal. Levar a base ao forno durante 15 minutos. As bordas vão ficar mais tostadinhas e o fundo vai cozinhar ligeiramente. Após os 15 minutos retirar do forno e deixar arrefecer enquanto prepara o recheio.

Para o recheio

  1. Para o recheio comece por triturar os cajus até ficarem esfarelados e começarem a ligar.
  2. Abrir a lata de leite de coco, retirar a parte sólida com a ajuda de uma colher e acrescentar aos cajus. Acrescentar também a tapioca, o sumo de limão, a raspa de limão, o sal e o xarope de ácer. Triturar tudo muito bem durante 5 minutos pelo menos, até obter uma mistura cremosa e sem grumos.
  3. Verter o recheio sobre a base e espalhar bem. Bater com a forma na bancada para que não fiquem bolhas de ar. Levar ao forno por 30 minutos, até que fique cozido, mas não fique seco. Ao toque, a massa está macia, cede ligeiramente mas não está líquida.
  4. Retire o bolo do forno e deixar arrefecer durante 15 minutos. Leve ao frigorífico pelo menos durante 1 hora.

Para a cobertura

  1. Leve ao lume brando os frutos vermelhos e o xarope de ácer. Deixe cozinhar durante 5 minutos, até os sabores ficarem apurados. Triture esta mistura, deixe arrefecer e verta sobre o bolo. Decore com mais frutos vermelhos inteiros.

Está pronto a servir!

– Esta receita foi inspirada nesta, nesta e nesta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *